ornamento de mandala

Marax

Morax, Moraxus

Pedras preciosas, Ervas

Marax é um grande conde e presidente que comanda 30 legiões e aparece na forma de um touro com face de homem. Tem o poder de ensinar aos homens astronomia, e outras ciências liberais. Concede, ainda, familiares bons e sábios, e conhece as virtudes das ervas e das pedras preciosas.

Análise

Um demônio hindu, Mahish Asura, tinha sua iconografia misturando humano e/ou touro, e uma personalidade raivosa e inconsequente. Filho de um rei com uma búfala (que na verdade era uma princesa amaldiçoada), jurou guerra contra os deuses e foi morto por Durga, que ganhou o epíteto Mahish Asura Mardini (aquela que matou Mahish Asura). A palavra “Mahisha” em si significa “búfalo”, mais especificamente o “búfalo d’água” que é muito comum nas regiões da Ásia.

Na Goécia de Crowley, Marax é associado ao terceiro decanato de Libra, na parte do dia. É representado pelo quatro de espadas, que no baralho de Thoth é chamado “Trégua”. Este aspecto é fortalecido pela conjunção planetária de mercúrio em câncer, e pela regência sobre o terceiro decanato de libra, com equilíbrio alcançado por meio da comunicação.

Selo de Marax

círculo de goécia salomônica